quinta-feira, 24 de novembro de 2016

FESTA MESTRE ANANIAS É BAHIA VIVA


Mestre Ananias é nossa Festa, nossa Força, nossa São Paulo, nossa Bahia, nosso Samba, nossa Ancestralidade... 

é a nossa Capoeira!

Domingo dia 04 de dezembro (14h) faremos, como fizemos durante os últimos 20 anos, da sua Festa a nossa Festa. Assim como sempre nos ensinou, "Sem vocês eu não sou ninguém", também sentimos que "Sem o Senhor não somos ninguém". 

Então assim será Mestre Ananias e, se não desistiu de nós, também não desistiremos do Senhor e levaremos o seu nome gravado dentro de cada um nós, seus filhos. E se:

seu carrancismo aproximou os diferentes...
sua hostilidade promoveu acolhimento...
seu machismo abriu a mente masculina ao feminino...
sua desconfiança nos fez confiantes...
e seu mal humor nos fez sorrir,

vamos continuar e comemorar sua vida em honra ao que começamos juntos. Receberemos de São Brás / BA os Sambadores que mais tiveram seu respeito e amizade, João do Boi/Massu e Dora.

Mestre com Dora e João do Boi na Casa em 2008
Ainda com a sensação que chegará a qualquer momento, confuso no sentimento da saudade, vamos nessa família que está para além da nossa Casa onde...

SOMOS TODOS MESTRE ANANIAS

"Eu só vou morrer quando a Capoeira acabar, rapaz!" Mestre Ananias 1924 - 2016

#mestreananias
fotos Borba / Michela Brígida 
arte do cartaz Rafa da Rabeca

quinta-feira, 17 de novembro de 2016

DONA AURINDA, MESTRE NELITO... e o SAMBA


Dona Aurinda em São Paulo... difícil expressar o seu significado para aqueles da comunidade da Capoeira paulistana que mantém relações com essa Bahia representada por ela. Valores e costumes da Cultura Popular Tradicional que são absorvidos na Bahia, junto à Dona Aurinda e outros Mestres, que são desenvolvidos e ressignificados em São Paulo nas expressões da Capoeira e do Samba de Roda.


Mestre Nelito em São Paulo, por ser Capoeira e viver a realidade de Salvador, talvez seja o sambador que mais dialoga com a comunidade do Samba de Roda na capital. Consegue manter valores e a estética do Samba do Recôncavo mesmo imerso na vida artística urbana.


A jornada do Lançamento da Cartilha do Samba Chula em São Paulo iniciou com uma Roda de Conversa com uma mesa de frutas na sexta feira (11) onde estiveram presentes Elzinha Abreu, Katharina Doring e os Mestres Sambadores vindos da Bahia. Também compareceram os Mestres que vivem em São Paulo como: Brasília, Jaime de Mar Grande, Plínio, Limãozinho e outros que compartilharam suas experiências junto as novas gerações.




No sábado (12) o documentário foi exibido e pudemos ouvir os Mestres e Katharina Doring, pesquisadora do Samba de Roda e idealizadora do projeto. Foram trazidas informações sobre as oficinas realizadas com os Mestres na Bahia. 

O resultado se materializou em um documentário, dois CDs de áudio e um livro, cujo conteúdo é de fundamental importância aos que desejam se aprofundar no universo do Samba de Roda. A Cartilha está a venda na Casa Mestre Ananias.





O Samba Chula comeu solto na Casa Mestre Ananias com o Garoa do Recôncavo e os Mestres convidados. Katharina, Dona Aurinda e sua filha Valdirene fizeram dois pratos baianos, o Ipeté e o Omolokum de Oxum, oferecidos aos presentes.


  
E no domingo (13) a Casa Mestre Ananias e o movimento Garoa do Recôncavo fizeram uma apresentação no Sesc Santo Amaro para fechar a programação. 



A Cartilha do Samba Chula é um projeto patrocinado pela Natura Musical, idealizado por Katharina Doring. O Lançamento na Casa Mestre Ananias aconteceu pelo movimento "Garoa do Recôncavo - São Paulo é Bahia Viva" dos Pontos de Cultura trazendo os Sambadores para promover o trabalho.


Fica nossa gratidão às sambadeiras Dona Aurinda e sua filha Valdirene, aos Sambadores Mestre Nelito e Seu Ivo, Elzinha Abreu e Katharina pela parceria.


Fotos Gabriel Borba / Zé Amaral e Fábio

segunda-feira, 7 de novembro de 2016

LANÇAMENTO CARTILHA DO SAMBA CHULA SP


Pelo movimento "Garoa do Recôncavo São Paulo é Bahia Viva" e a Natura Musical, São Paulo se prepara para receber na Casa Mestre Ananias o Lançamento da "Cartilha do Samba Chula"

Entre os dias 11, 12 e 13 de novembro estarão conosco, pela primeira vez na capital, e representando os Mestres do Recôncavo Baiano que compõe essa obra...

Dona Aurinda e Mestre Nelito
Dona Aurinda da Ilha (Mar Grande - Ilhota), irmã do finado Mestre Gelso Quadrado, sambadeira cheia de segredos e muito ligada às "coisas" da sua terra. 

D. Aurinda com Katharina Doring
Mestre Nelito com sua pareia, o violeiro Sinésio, que é de Santiago do Iguape mas mora há muitos anos em Salvador, trazendo portanto o tempero da cidade grande. 

Mestre Nelito
Estarão acompanhados de Katharina Doring, idealizadora da Cartilha e uma das pesquisadoras mais importantes do Samba de Roda do Recôncavo Baiano. Também estará conosco Elzinha Abreu, filha de um dos mais conceituados pesquisadores da Capoeira, Fred Abreu.

na esquerda Sinésio - Nelito - ? - Celino
A Cartilha do Samba Chula é o resultado de um processo de ensino-aprendizagem em oficinas realizadas nas cidades de Salvador, Saubara, São Francisco do Conde, Terra Nova e Santo Amaro (Recôncavo Baiano) gerado a partir dos saberes de transmissão oral dos cantadores de Chula e tocadores de viola no Samba de Roda.

O projeto faz parte do programa Natura Musical e se materializa em um DVD documentário, dois CDs e um caderno informativo que traz ensinamentos e registros contendo fotos, textos, depoimentos e transcrições musicais.

Um material fundamental para quem busca referências da sabedoria popular. A Casa Mestre Ananias tem o prazer de lançar a Cartilha em São Paulo e oferecer essa oportunidade à nossa comunidade graças ao apoio do programa Cultura Viva dos Pontos de Cultura Municipais.

E se São Paulo é Bahia Viva, sejam todos muito bem vindos!

Fotos / Arte do Cartaz: Elzinha Abreu #mestreananias

sexta-feira, 28 de outubro de 2016

CAPOEIRA NO MÊS DAS CRIANÇAS


No mês das crianças os Capoeiras da Bela Vista, entre grandes e pequenos, se juntaram novamente para fazer Roda e fortalecer nossa identidade. 


Casa Mestre Ananias e Quilombolas de Luz sempre juntos nas Festas do bairro da Bela Vista e chegando esse ano o povo do Geração Capoeira. Fizemos Roda no Dia das Crianças na Praça do Pérola Byington, dia 12 de outubro, organizada pelo 11º Batalhão da PM e pelo  Conseg do Bairro.


E na 10ª edição do Dia do Grafite, quem desceu a Rua 13 de Maio no início da Festa pode ouvir nossos berimbaus marcando a memória do nosso Mestre Ananias, sempre presente nas edições anteriores.