segunda-feira, 27 de julho de 2020

CAPOEIRA NA PANDEMIA


Esse ano de 2020 ficará marcado por essa pandemia do novo COVID-19. Não temos notícia de algo parecido, que tenha bagunçado tanto a nossa rotina, nossos planos e portanto, transformado nossas vidas. 

O setor cultural está entre os mais afetados e nós Capoeiras que temos a "aglomeração" como resultado das nossas ações, como ficamos?


Pois é, estamos sempre em Festa, promovendo contato, diálogo através dos corpos, da música e da socialização. Teremos que nos reinventar e como guerreiros que somos e como nada nunca foi suave, vamos em frente.

A Casa paralisou suas atividades desde março. Manteve vídeo aulas para os membros diretos da Casa e fizemos um encontro virtual dos frequentadores da Roda Semanal de Capoeira, além de algumas poucas LIVES. 

Embora não sejamos uma instituição assistencialista nesse  momento assumimos essa emergência. Até o momento foram 265 famílias beneficiadas com Cestas Básicas através da articulação com a Ação Cidadania e instituições locais que deixamos aqui nosso agradecimento

  • Responsabilidade Social do Clube Corinthians
  • Casa Barbosa (Falanga e Michele/Tânia Alba)
  • Amigos da Arte do Teatro Sérgio Cardoso
  • Tia Eliza da Capelinha de Santo Antônio de Categeró 

Vamos mergulhar em nossos conteúdos e agir pensando na retomada e que essa seja crítica e fortalecida pelo drama que vivemos no mundo. Capoeira é isso!

segunda-feira, 2 de março de 2020

VAGAS GRATUITAS - CULTURAS POPULARES

 

Esse ano a Casa Mestre Ananias mantém as vagas gratuitas no seu projeto sócio educacional para crianças, jovens e 3ª idade no bairro do Bixiga. Nossas aulas são diárias, divididas em módulos artísticos e integrados:

➧    Capoeira

➧    Teatro

➧    Culinária

➧    Cerâmica

➧    Bonecos e Máscaras

➧    Artesanato

➧    Criação Literária


Contamos para 2020 com o apoio do Edital de Culturas Populares - Edição Teixeirinha do Ministério da Cidadania.

Para inscrição precisamos da presença de  um responsável com cópias de RG e comprovante de residência para adesão ao programa.

Sejam todos bem vindos nesse processo de manutenção do legado  cultural nordestino plantado na capital paulistana por Mestre Ananias.


domingo, 16 de fevereiro de 2020

DONA NICINHA E SEU AURINO EM SÃO PAULO

Minhoca, Dona Nicinha de Santo Amaro e Seu Aurino de Maracangalha / BA
E assim foi, entre os dias 04 e 08 de fevereiro, momentos de intenso aprendizado nessa brincadeira do Samba de Roda.

O Sesc São Paulo em uma parceria que vai além da ação específica e pontual. Potencializa o dia a dia de ações locais no bairro da Bela Vista - Bixiga em torno do legado de Mestre Ananias. 




No Sesc CPF nas vozes do Mestre (a) discorremos sobre os toques da Viola Machete a partir da pesquisa de Tiago de Oliveira Pinto em um trabalho de Nina Graeff. (pesquisa disponível no link)







Já no Sesc 24 de Maio a Mestra(e) deixa evidente a cada passo, miúdo e misterioso, que o Samba esconde segredos a partir do som da Viola.





Na Casa Mestre Ananias tivemos a chance de experimentar um pouco mais junto aos nossos mais velhos. Todos ouviram bem os detalhes, tocaram e puderam estudar de forma mais específica, para além da prática.


E um dos mais importantes acontecimentos dessa temporada foi nossa ida ao Ilê Axé de Mestre Bigo. Ações dessa magnitude cultural devem acontecer nas periferias onde normalmente não chegam essas informações.

Pudemos estender a ação para o bairro da Pedreira, extremo sul da capital, na 2ª edição do projeto Zumb'Ilê Axé Pastinha.

Levar esse conteúdo cultural, ainda com a presença dos Mestres(a), para os extremos da cidade onde nossa comunidade da Capoeira tem função social ainda mais profunda é fundamental para nossa proposta.


O "Garoa do Recôncavo" é um movimento que vive a cultura do Samba de Roda em ações diárias e festivas na Casa Mestre Ananias. Nosso entendimento  para legitimar essa cultura aqui em São Paulo está, essencialmente, nessa comunidade de Capoeiras.


Fica nossa gratidão a todos os envolvidos nessa temporada. Sesc por viabilizar a vinda de Dona Nicinha e Seu Aurino, tão bem acolhidos na casa de Alvinha, Zeca, Mário e Júnio. Cabo Jairo obrigado por convidar o Garoa do Recôncavo para o II Zumb'Ilê Axé Pastinha e claro... a todos os membros da Casa Mestre Ananias que, sem vocês nada disso teria sentido e nem a possibilidade de acontecer.



fotos Giu de Luca 
         Ângela Oskar (no Sesc 24 de Maio)

segunda-feira, 27 de janeiro de 2020

TONS DE MACHETE - CICLO DE OFICINAS





Para a Oficina desse ano de 2020 teremos conosco Seu Aurino de Maracangalha / BA, um dos últimos violeiros de uma geração que resguarda segredos preciosos do Samba de Roda do Recôncavo da Bahia.










E para sambar fazendo jus à "prima dessa viola envenenada", tivemos que convidar quem também carrega dentro de si o mesmo tesouro, Dona Nicinha de Santo Amaro da Purificação / BA.

Você que toca instrumento de corda e se interessa pelas origens do Samba, tem a chance de entrar no túnel do tempo. É ter contato direto com os detentores desse conhecimento que, em alguns anos, será absolutamente transformado pela modernidade e necessidades dos novos tempos.  

João da Viola e Mestres Vavá e Vivi (Sto Amaro da Purificação / BA)

O conteúdo do vídeo é um pequeno trecho da pesquisa de Tiago de Oliveira Pinto, pesquisador que na década de 80 fez um dos raros registros de pesquisa do Samba do Recôncavo da Bahia. No caso o olhar estava atento à Viola Machete.



Através do trabalho da pesquisadora Nina Graeff esse material inédito será disponibilizado através da internet. São gravações em áudio e vídeo do Samba Chula, toques da viola Machete, além de cenas com Dona Nicinha, moça na época, dentro do Candomblé em Santo Amaro.




Durante a semana, entre os dias 04 e 08 de fevereiro de 2020, teremos a oportunidade para desvendar os segredos da VIOLA MACHETE no tom do Samba de Roda do Recôncavo da Bahia. Em forma de prosa, oficina e muito Samba ficará evidente que a Viola está para o Samba, assim como o Berimbau está para a Capoeira!
          
PROGRAMAÇÃO DA SEMANA
presença das Mestras Sambadeira e pesquisadora e o Mestre Violeiro

Dia 04/fev as 19h - 1ª Roda de Capoeira da Casa com a presença de Dona Nicinha e Seu Aurino. Faremos um Samba para abrir com chave de ouro nossas Rodas.

Dia 05/fev as 19h30 - Sesc CPF TONS DE MACHETE - Recuperação de técnicas da Viola Machete no Samba do Recôncavo Baiano. Será apresentado o material pela pesquisadora Nina Graeff, responsável pela iniciativa que vai mediar o diálogo sobre o material. 

Dia 06/fev as 19h - A VII Oficina de Samba de Viola Machete da Casa Mestre Ananias com o grupo Garoa do Recôncavo. Inscrições pelo email casamestreananias@gmail.com vagas limitadas

Dia 08/fev 

Fotos Gabriel Borba / Uendel Galter