segunda-feira, 6 de outubro de 2014

CARURU COM "VELHOS SAMBADORES"


O VIII Caruru para São Cosme Damião da Casa Mestre Ananias foi a Festa de encerramento da temporada que marcou o 1º Encontro de Sambadores do Recôncavo Baiano em São Paulo. Foi uma sequência de apresentações, vivências e oficinas no Sesc Vila Mariana, no CEU Alvarenga (Zumb'ilê Axé Pastinha do Mestre Bigo) e na Casa Mestre Ananias. 
 



Esse ano a Festa foi de profundo aprendizado para toda a comunidade ligada à Casa Mestre Ananias. Olhares atentos: uma experiência acumulada por gerações foi compartilhada por guardiões da nossa Cultura Popular Tradicional. 
 
A sambadeira Dora de São Brás / BA foi responsável pela condução de todo o ritual do Caruru para São Cosme Damião dividindo segredos delicados dessa Festa Popular.
 
 
 
O Caruru servido para 7 crianças deu início à Festa que teve Mestre Ananias e o Samba de Roda Garoa do Recôncavo com o tempero do Samba Chula e os Sambadores convidados.
 
Márcia, Paty, Fê, Flávia e Dora
 
 
 
 
Mais alegria e cuidados na cozinha...
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Rua fechada pra gente brincar a vontade...
 
 
 
 
 
 
  
e Samba de responsa pra quem é do babado!
 
  
 
O Samba Chula é uma vertente do Samba de Roda que traz em si uma infinidade de significados. Esse encontro foi de extrema relevância no processo de salvaguarda do Samba de Roda, pois os Sambadores convidados e  Mestre Ananias representam valores da nossa cultura em vias de desaparecimento. Além disso, tivemos a presença dos articuladores e violeiros baianos Cássio Nobre e Milton Primo, que reforçam a importância da viola machete na preservação desse legado. Agradecemos imensamente a vocês, Mestres baianos que nos deram essa oportunidade única.



João do Boi / Massu - Dominguinhos / Domingos Preto - Minhoca e Mestre Ananias
 
A Casa, através do seu projeto sócio educacional, acredita contribuir com uma nova perspectiva cultural às novas gerações. A peça "Cosme Damião o que é isso?" criada pelas crianças para a Festa nas aulas de Criação Literária e Teatro foi um dos exemplos disso.
 
Maria Helena, Letícia, Kauan, Luís David, Fernando, Phellipe, Morgana, João Pedro e Matheus.
 
Parabéns à criançada e aos professores de Teatro (Morgana) e Criação Literária (Ovelha) pelo belo trabalho.
 
Viva São Cosme Damião!!!

Um comentário:

Viola machete disse...

Muita gratidão pelos dias, experiência e conhecimentos compartilhados. Abç Sambado. Milton Primo